Fairchild Orphanage
Bem-vindo(a) ao Fairchild Orphanage!
Inscreve-te e diverte-te porque aqui vais ter muita diversão e bastante drama, tudo o que se quer!
Não te esqueças que todos os teus passos vão ser seguidos ao pormenor pelas gémeas Elaine e Emily portanto, que a diversão comece!
Últimos assuntos
» Vagão Abandonado
Sab Jan 24, 2015 1:27 am por Luke Way

» Jardim
Ter Jul 29, 2014 11:04 pm por Alexis Jameson

» Piscina
Seg Jun 23, 2014 8:30 pm por Emily Moore

» Ruas
Sab Jun 14, 2014 11:16 pm por Eleanor Spencer

» Chloe's House
Sex Jun 13, 2014 8:33 pm por Chloe Grayson

» Jardim Principal
Sab Jun 07, 2014 1:19 pm por Elaine Moore

» Burger King
Sab Jun 07, 2014 1:11 pm por Brian Nyman

» Bar - Pequenos-almoços e Lanches
Qua Jun 04, 2014 8:34 pm por Simon Davies

» Entrada do Orfanato
Sab Maio 17, 2014 8:06 pm por Simon Davies

Parceria
Para fazeres parceria com o nosso fórum preenche aqui
Código:
<a href="http://fairchildorphanage.forumeiros.com.pt///" target="_blank"><img src="http://c3.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/o7101a9d6/15733010_nYvtm.png" border="0"></a>

Rua da Prostituição e Tráfico

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Emily Moore em Sex Set 20, 2013 2:56 pm



Rua da Prostituição



credits to @AvaEditions
avatar
Emily Moore
Twins
Twins

Mensagens : 542
Pontos : 1166
Data de inscrição : 17/09/2013

Ficha do personagem
Idade: 18 anos
Estado Cívil: Solteiro
Profissão: Cusca por enquanto

Ver perfil do usuário http://avaeditions.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Jan 06, 2014 10:58 pm

Hoje estava num daqueles dias em que só me apetecia estar sozinha. Claro que gostava da companhia da minha irmã, mas quando não estava muito bem, preferia isolar-me do que tratá-la mal, como tinha acontecido à tarde, no parque do orfanato. Apertei o casaco, colocando o carapuço por causa do frio que se fazia sentir e depois fugi, tentando não ser apanhada por ninguém. Depois do jantar Olivia tinha estado a brincar com umas meninas da sua idade até chegar a hora de ir dormir. Fui deitá-la, como sempre fazia, contando-lhe uma história para que adormecesse e bastou-me esperar uns dez minutos para poder sair. Era fácil, e além disso, não era a primeira vez que o fazia. Coloquei os fones nos ouvidos, guardando o telemóvel no bolso e assim que cheguei a uma rua mais sombria comecei a acelerar o passo. Não gostava muito de andar por aqueles sítios, mas às vezes era inevitável. Aumentei o som da minha música, para tentar abstrair-me, mas foi-me impossível fazê-lo quando, de um momento para o outro, um homem me apareceu à frente.
- Olá boneca.- ele cumprimentou-me e pelo bafo que dele emanava, consegui perceber que estava bêbado, muito bêbado.
- Deixe-me passar.- pedi num tom baixo, olhando por cima do seu ombro, mas logo o vi abanar a cabeça.
- Não posso.- ele disse, aproximando-se demasiado.- eu preciso de companhia.- murmurou, passando um dedo pelo meu braço. Afastei-me instintivamente.
- Não me toque! - falei mais alto, já com o coração a acelerar-se.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Ter Jan 07, 2014 7:35 pm

Puxei o casaco ajeitando-o ao meu corpo e olhei em volta. Passar por ali era a coisa que mais odiava de fazer, mas se queria dinheiro tinha que ir para o meu trabalho que ficava por ali, por aquela zona. Levantei o olhar quando ouvi uma voz feminina pedir para a largarem e olhei para trás procurando por ela. Revirei os olhos quando vi o velho que me chateava sempre que me encontrava para pedir drogas a chatear uma rapariga. Não sabia se devia agir ou não, mas quando ouvi de novo a rapariga fui na direcção deles. - Vá lá Neal, deixa a rapariga. - afastei-o com uma mão.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Qua Jan 08, 2014 1:15 am

Se eu já não gostava de passar naquela rua, depois disto ainda gostava menos. Abanei a cabeça, tentando soltar-me do homem, que ainda me agarrava, mas apesar de bêbado ele ainda conseguia ter mais força do que eu.
- Eu já disse para me largar, e não gosto de me repetir.- murmurei, de dentes cerrados, mais irritada do que outra coisa e estava a preparar-me para lhe bater no primeiro sítio que calhasse, quando um rapaz vindo do nada apareceu e interviu. Pelo som da sua voz parecia já o conhecer de algum lado, mas o seu capuz e falta de iluminação naquela rua impediam-me de ver quem era.
- Não.- o homem protestou, cambaleando quando o rapaz o afastou.- tu já tens as tuas gajas, esta é minha.- falou, com a voz toda arrasta e começou a tentar aproximar-se de mim de novo. Cerrei o maxilar, fechando as mãos em punho e dei um passo atrás, agradecendo por aquele rapaz estar no nosso meio.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Qua Jan 08, 2014 7:28 pm

Suspirei por ele ser tão teimoso e afastei-o de novo com a mão que coloquei no seu peito. Olhei para trás, para a rapariga e fiz uma careta ao reconhecer a rapariga. Gostava de saber o que é que estava aqui a fazer, mas nem comentei porque se ela descobrisse que era eu voltávamos a discutir. Escondi a minha cara de novo - por isso mesmo, ela é uma das minhas gajas, vai procurar outra. - disse a Neal e ele olhou-me meio chateado mas lá se for embora. Esperei até ele ir embora e depois de ter a certeza que ele não aparecia de novo, olhei-a uma última vez e decidi voltar a andar até ao meu trabalho.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Qui Jan 09, 2014 11:15 pm

Estava a começar a assustar-me de verdade. Era por estas e por outras que não gostava de vir para este tipo de sítios, porque nunca se sabia o que esperar. Respirei fundo, tentando manter o equilíbrio quando o homem foi obrigado a largar-me por causa do rapaz e agradeci mentalmente, vendo-o afastar-se ao fim de algum tempo. Respirei fundo, recompondo-me e quando me endireitei também o rapaz se estava a ir embora.
- Ei! - chamei, dando uma corrida até estar mais perto dele.- onde é que vais? É suposto agradecer-te.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Sex Jan 10, 2014 11:20 pm

Olhei para trás, mas não de modo a que ela me visse a cara, e encolhi os ombros. - Não foi nada de especial - provavelmente se visse quem era, depois do que se tinha passado ainda há umas horas atrás, ela nem obrigada me dizia, pelo menos não com tanta vontade. Parei numa zona que tinha certeza que ela não me reconhecia e virei-me para ela - mas se não trabalhas na noite eu aconselho-te a que não andes muito por aqui a estas horas. - disse voltando a virar costas.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Dom Jan 12, 2014 7:38 pm

Por mais que eu tentasse reconhecer o rapaz que me tinha ajudado, quer a falta de luz como também o capuz que ele tinha enfiado na cabeça, impediam-me de o fazer.
- Eu podia ter sido abusada por este homem.- disse, arrepiando-me só de pensar, quando ele disse que não tinha feito nada demais. Tentei aproximar-me e, assim que ele se virou para mim, tentei também reconhecer-lhe a cara, mas nada.- não podes tirar o capuz? - perguntei sem mais demoras.- não é por nada, mas gostava de saber quem és.- disse meio impaciente e fiquei ainda mais quando me falou e virou costas.- tens algum problema na cara? Ou és assim tão feio que tens medo que eu me assuste ainda mais? - revirei os olhos.- e além disso, porque é que eu não posso andar aqui e tu podes? - comecei a andar atrás dele.- estás a irritar-me.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Seg Jan 13, 2014 12:25 pm

Fechei os olhos e cerrei o maxilar quando parei na rua e respirei fundo, não me virando porque agora já havia luz. Ela irritava qualquer pessoa. - Eu é que te estou a irritar? - continuei a andar para me poder virar para ela sem ela me reconhecer e quando consegui fi-lo. - Não, eu não tenho nenhum problema, e sem dúvida que não sou feio. - revirei os olhos por ela ter dito que achava da outra vez. Mas se fosse feio não tinha sido aceite no meu trabalho. - Porque obviamente não trabalhar aqui e eu estou aqui para poder ir trabalhar e tu estás a atrasar-me.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Jan 13, 2014 11:18 pm

Continuei a andar atrás dele, até o ver parar novamente, mas como sempre, parou num sítio em que eu não conseguisse ver a sua cara. Fechei as mãos em punho, respirando fundo para não ter nenhuma espécie de ataque ali, no meio da rua. Acabei por cruzar os braços ao peito, enquanto o ouvia falar e limitei-me a ignorar tudo o que disse, esperando que acabasse para poder falar.
- Das duas uma.- comecei.- ou és mesmo feio.- supus.- ou conheces-me e não queres que eu te reconheça.- olhei-o, apesar de não ver nada.- é isso? - perguntei.- é que, sinceramente, não vejo mais razão nenhuma para estares a fazer isto tudo.- murmurei.- eu só queria saber a quem é que estou a agradecer. - disse, colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha.- e não é por nada, mas se estás assim tão atrasado ou com pressa de ir trabalhar, eu aconselhava-te a despachares isto e dizeres logo.- encolhi os ombros. Eu conseguia ser muito teimosa quando queria.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Ter Jan 14, 2014 8:19 pm

Bufei já farto dela e comecei a andar não me importando se ela vinha atrás de mim ou não - estás a agradecer-me a mim, de nada. Volta de onde vieste - disse virando à esquina e começando a correr para que ela me deixasse em paz. Não me apetecia que ela visse quem eu era e depois desprezasse como se não tivesse feito nada. Entrei dentro do bar, olhando para trás, para ver se ela me tinha visto e quando vi que não, entrei de uma vez e levei logo nas orelhas por estar atrasado.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Qua Jan 15, 2014 10:22 pm

Eu bem que estava a tentar descobrir quem é que ele era, sim porque um rapaz era de certeza. Revirei os olhos com o que me disse, teimando em continuar a andar atrás dele, mas pouco depois de termos começado a dar os primeiros passos ele desatou a correr, o que me impediu de o continuar a seguir.
- Idiota! - gritei, realmente irritada por não ter conseguido o que queria e por agora não fazer a mínima ideia de onde ele pudesse estar, mas, como já era tarde, acabei por dar meia volta e começar a andar até ao orfanato.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Dom Mar 02, 2014 11:48 pm

Eu não sabia o que se passava comigo, mas nestas últimas noites a minha vontade de ir para a cama era nula. Não que fosse diferente nas noutras noites, visto que eu nunca gostara de estar naquele orfanato mas, ultimamente, era como se algo me impedisse de ali estar, não conseguia simplesmente. Enfiei alguma roupa minha debaixo das mantas, para o caso de alguém se lembrar da minha existência e depois saltei pela janela, saindo do orfanato pelo portão traseiro. Esta era a única coisa daquele orfanato, o facto de não sermos assim tão controlados quanto o que faziam parecer. Enfiei o carapuço na cabeça, assim que cheguei à rua e comecei a deambular pela mesma, acabando por parar na mesma rua sombria da outra noite. Odiava estar ali, mas era a única forma de conseguir chegar à cidade.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Dom Mar 02, 2014 11:51 pm

Parei a meio do caminho, na mesma rua em que ontem tinha encontrado a outra, a mais ou menos três metros de mim, estava um vulto deitado, tapando a passagem da rua. Aquilo não era bom. Nem os sem-abrigo iam deitar-se assim no meio da rua para dormir. Engoli em seco andando devagarinho e espreitei, esperando não reconhecer quem ali estava, mas infelizmente reconheci. Era Neal, o homem que tinha quase atacado Ellie. Mordi o interior da bochecha dando-lhe um pontapé sem força para ver se ele reagia, mas nada, até uma rocha parecia mais viva que ele.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Mar 03, 2014 12:08 am

Estava a andar a um passo apressado, numa tentativa de sair dali o mais rápido possível quando, de tão distraída que estava, me senti chocar contra alguém. Arregalei os olhos, sentindo o meu coração disparar, com medo que fosse o mesmo homem da outra noite. Levantei o olhar aos poucos, conseguindo perceber, pela roupa, que não era o rapaz mas sim o rapaz que me tinha ajudado, e logo me senti acalmar, pelo menos até ver o corpo caído à nossa frente. Dei um passo para trás, ainda com o coração a martelar-me o peito e encolhi-me no meu próprio corpo.
- O que é isto? - perguntei baixinho, realmente assustada.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Seg Mar 03, 2014 12:17 am

Olhei para trás quando quase caí para cima de Neal por alguém ter vindo contra mim e juntei as sobrancelhas ao perceber quem era. Engoli em seco e puxei o capuz mais para a frente, ali não havia iluminação nenhuma, mas tinha que ter a certeza de que ela não me reconhecia. - O que é que estás a fazer aqui? - perguntei ignorando o facto de estar assustada. Que raio, ela agora tinha dado para andar por aqui? Baixei-me até ao corpo de Neal e virei-o de barriga para cima dando um passo para trás, com o coração acelerado, ao ver a mancha de sangue que havia debaixo dele, devido a uma garganta perfurada. Levantei-me, afastando-me tanto a mim como a ela, para que depois não nos tornássemos suspeitos de um crime.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Mar 03, 2014 12:31 am

- Eu só queria espairecer.- murmurei muito baixinho, não percebendo muito bem o porquê daquela sua pergunta, mas a verdade era que aquilo não era o mais importante naquele momento. Eu só queria perceber o porquê de ter um corpo estendido à nossa frente, um corpo que aparentemente não se mexia.- o que é que aconteceu? - perguntei baixinho, ficando cada vez mais assustada à medida que o tempo ia passando e não tínhamos qualquer reacção vinda do corpo. Eu conseguia reconhecer quem era, mas não queria sequer mencionar o nome, porque, apesar de me ter feito mal, eu não queria que ninguém morresse. Os meus olhos voltaram a arregalar-se, assim que o rapaz se afastou e se começou a baixar e abanei muito a cabeça, ao perceber o que ia fazer.- não faças isso.- pedi, tentando de alguma forma detê-lo, mas já fui tarde demais. De um momento para o outro o corpo já estava virado para nós. A minha primeira reacção foi tentar afastar-me, mas todo o meu corpo já estava demasiado paralisado para me permitir fazer isso. Era demasiado sangue, era demasiado sangue e eram demasiadas as imagens que começavam a surgir na minha cabeça.- não.- murmurei de repente assim que alguém me agarrou.- não, larga-me.- gritei, não conseguindo parar o meu corpo de tremer.- não.- tentei debater-me.- não me faças mal, por favor.- eu estava a lembrar-me, eu estava a lembrar-me de tudo.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Seg Mar 03, 2014 12:39 am

Eu mal lhe tinha tocado mas ela começou logo a contorcer-se. Só não queria que ela arranjasse problemas pelo DNA dela estar junto do corpo. - Hei, pára - queixei-me agarrando-a nas mão para que não me desse mais nenhuma chapada. Coloquei-me atrás dela, para que não me visse de frente e agarrei-lhe em ambos os braços juntando-os ao seu corpo, ficando assim abraçado a ela. - Eu não te vou fazer nada. Só tem calma - pedi fazendo força enquanto ela se contorci-a. - Está tudo bem - murmurei tentando de alguma forma acalma-la, encostando a minha testa à parte de trás da sua cabeça - Eu tiro-te daqui - não fazia a mínima porque é que ela estava a reagir desta maneira, mas se tinha sido por causa do corpo de Neal, o melhor era mesmo sair dali com ela. Fiz com que ela se mexesse e acabei mesmo por agarra-la ao colo, só esperando que ela não começasse a espernear.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Mar 03, 2014 1:10 am

Desde o dia em que o meu pai tinha morto a minha mãe, mesmo à frente dos meus olhos, a minha relação com o sangue nunca tinha sido a mesma. Claro que não ficava naquele estado só de ver uma ferida ou algo do género, mas quando via sangue naquelas quantidades, tudo era mais forte do que eu. Continuei a debater-me, tentando de alguma forma soltar-me, mas acabei por acalmar aos poucos, assim que a pessoa que me agarrava, me apertou contra o seu corpo. Abanei a cabeça, sentindo as lágrimas começarem a escorrer pelas minhas bochechas, devido ao pânico que sentia.
- Ele matou-a.- murmurei, ainda fora de mim.- eu tentei ajudar, mas ele matou-a.- solucei.- e havia tanto sangue.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Seg Mar 03, 2014 1:18 am

Juntei as sobrancelhas largando-a aos poucos mas virando-a para mim, de forma a que ela não me visse a cara. - Ok... - murmurei para mim mesmo e engoli em seco - está tudo bem agora, não aconteceu nada e tu devias voltar para o... para casa - mordi o interior da bochecha e suspirei. Ainda bem que tinha vindo mais cedo. - Queres que te leve? - perguntei. Podia não gostar muito dela, mas ela tinha cuidado de mim na noite passada, quando também eu estava em pânico, não a ia deixar agora sozinha.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Mar 03, 2014 1:26 am

Tinha sido o pior dia da minha vida. Primeiro o corpo da minha mãe estendido mesmo à minha frente, depois o meu pai a matar-se e, por fim, o pânico da minha irmã ao encontrar os pais mortos, no meio do chão da nossa casa. Passei ambas as mãos pelas bochechas, numa tentativa de parar de chorar, mas era impossível, aquele era o meu ponto fraco. Segurei-me ao rapaz, assim que me colocou no chão, mas logo me afastei, apertando o casaco contra o meu corpo, toda encolhida.
- Eu não quero voltar para casa.- disse com os olhos cheios de lágrimas.- aliás, eu não tenho casa.- recomecei a soluçar.- vivo num orfanato porque o meu pai matou a minha mãe e eu não pude fazer nada quanto a isso, nada.- gritei-lhe, debatendo-me de novo contra os seus braços.- nada!
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Seg Mar 03, 2014 1:34 am

Fiquei a olha-la na expectativa que ela ficasse melhor, mas não, pelo contrário, mal lhe voltei a tentar tocar ela começou a gritar a contar o que tinha acontecido. Talvez fosse por isso que estivesse assim. A verdade era que a história dela não me impressionava, muitos dos miúdos que estavam lá tinham histórias trágicas, tal como ela... tal como eu. - é mais maluca do que eu pensava - murmurei para mim mesmo e agarrei-lhe nos braços de novo. - Hei, como é que te chamas? - perguntei, não tinha certeza se ela se tinha apresentado a mim da última vez, por isso não podia correr riscos. - Respira fundo, vais ver que ficas bem.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Mar 03, 2014 1:41 am

Assim que o senti agarrar-me de novo nos braços, fazendo-me parar de lhe bater, eu mordi a parte de dentro da minha bochecha com força, tentando que de alguma forma as lágrimas. Eu não era de chorar assim à frente das pessoas, aliás, eu odiava fazê-lo, mas por vezes era mais forte do que eu. Respirei fundo, tal como ele me dizia para fazer e levantei depois o olhar para ele, apesar de não lhe conseguir ver a cara, tal como da outra vez.
- Eleanor, ou Ellie.- respondi baixinho à sua pergunta, baixando depois o olhar para os meus pés.- desculpa, eu não me devia ter passado assim à tua frente.- suspirei.- desculpa.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Luke Way em Seg Mar 03, 2014 1:44 am

Aos poucos a cor pálida que ela apresentava enquanto se passava, estava a desaparecer do seu rosco. Não lhe larguei as mãos assentindo apenas quando disse o seu nome - ellie - repeti depois dela e olhei para o corpo de Neal, mesmo atrás dela - não te preocupes com isso. Eu só tenho que chamar a ambulância e depois vou levar-te ao orfanato, está bem? - perguntei. Até porque se ligasse a uma ambulância a polícia também vinha e aí estava lixado com a diretora do orfanato. Ainda era expulso ou transferido.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Eleanor Spencer em Seg Mar 03, 2014 1:50 am

Assenti com a cabeça assim que me chamou de Ellie, a maior parte das pessoas preferia tratar-me assim, por isso, já estava habituada, mesmo que não soubesse quem ele era. Puxei o fecho do casaco até cima, puxando também o carapuço e escondi as mãos dentro das mangas ao mesmo tempo que o ouvia falar para mim.
- Eu posso ir sozinha.- disse, proibindo-me mentalmente de olhar para trás, para o corpo.- tu deves ter coisas para fazer e eu não me importo.- murmurei.- já estou bem, posso ir.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rua da Prostituição e Tráfico

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum