Fairchild Orphanage
Bem-vindo(a) ao Fairchild Orphanage!
Inscreve-te e diverte-te porque aqui vais ter muita diversão e bastante drama, tudo o que se quer!
Não te esqueças que todos os teus passos vão ser seguidos ao pormenor pelas gémeas Elaine e Emily portanto, que a diversão comece!
Últimos assuntos
» Vagão Abandonado
Sab Jan 24, 2015 1:27 am por Luke Way

» Jardim
Ter Jul 29, 2014 11:04 pm por Alexis Jameson

» Piscina
Seg Jun 23, 2014 8:30 pm por Emily Moore

» Ruas
Sab Jun 14, 2014 11:16 pm por Eleanor Spencer

» Chloe's House
Sex Jun 13, 2014 8:33 pm por Chloe Grayson

» Jardim Principal
Sab Jun 07, 2014 1:19 pm por Elaine Moore

» Burger King
Sab Jun 07, 2014 1:11 pm por Brian Nyman

» Bar - Pequenos-almoços e Lanches
Qua Jun 04, 2014 8:34 pm por Simon Davies

» Entrada do Orfanato
Sab Maio 17, 2014 8:06 pm por Simon Davies

Parceria
Para fazeres parceria com o nosso fórum preenche aqui
Código:
<a href="http://fairchildorphanage.forumeiros.com.pt///" target="_blank"><img src="http://c3.quickcachr.fotos.sapo.pt/i/o7101a9d6/15733010_nYvtm.png" border="0"></a>

Ruas

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ruas

Mensagem por Elaine Moore em Qui Set 19, 2013 9:01 pm

Relembrando a primeira mensagem :



Ruas



credits to @AvaEditions
avatar
Elaine Moore
Twins
Twins

Mensagens : 308
Pontos : 401
Data de inscrição : 16/09/2013

Ficha do personagem
Idade: 18
Estado Cívil: Solteiro
Profissão:

Ver perfil do usuário http://fairchildorphanage.forumeiros.com.pt

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Sex Maio 30, 2014 10:48 pm

Se eu tinha vindo para este orfanato com a intenção de não me aproximar de ninguém, bem que podia esquecer isso agora. Apesar de Lucas não ser propriamente do orfanato, eu já me tinha aproximado demasiado dele para me conseguir afastar. Mesmo nunca lhe tendo visto a cara, sentia que o conhecia o suficiente para ter vontade de desfrutar da sua companhia. E pelos vistos ele sentia o mesmo, ou não me teria convidado todos os dias para ir ter com ele. Sim, porque a partir do dia em que ele me tinha levado até à cidade, acabámos sempre por combinar mais coisas, e hoje não era excepção. Enfiei o carapuço na cabeça, como sempre fazia quando saía à noite do orfanato e dei uma corrida até ao mesmo local de sempre, uma vez que nos encontrávamos sempre naquela rua. Apesar de eu não gostar daquele local, era o que ficava mais perto para os dois. Apertei mais o casaco, sentindo-me arrepiar quando começou a ficar cada vez mais escuro mas, contrariamente ao habitual, à medida que me aproximava da rua, a luz voltou a aparecer. Juntei as sobrancelhas, sentindo o meu coração apertar-se quando vi os carros da polícia estacionados na mesma e a minha primeira reacção foi olhar em volta, à procura de Lucas.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Sex Maio 30, 2014 11:09 pm

Desliguei o meu telemóvel mal vi Ellie e aproximei-me dela puxando-a por um braço em direção a um beco estreito para podermos falar sem ser vistos. - Desculpa - pedi e fechei os olhos com um pequeno suspiro, ela devia estar a pensar que era maluco - desculpa, eu... acho que ele anda atrás de mim - disse baixinho tendo que me manter bem junto dela para estarmos os dois confortáveis, já que o beco era muito fechado - se calhar é melhor adiar os nossos encontros - acabei por dizer, fechando os olhos enquanto as palavras saiam - tens a tua irmã, se alguma coisa te acontece por minha causa, ela fica sozinha
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Sex Maio 30, 2014 11:40 pm

Se bem me lembrava, a última vez que tinha estado ali a polícia tinha sido quando aquele homem se tinha morto..o que é que será que tinha acontecido agora? Engoli em seco, sentindo a minha preocupação aumentar a cada segundo e, assim que me senti ser puxada, só não gritei porque mal olhei para o lado, percebi que se tratava de Lucas.
- O que é que se está a passar? - perguntei baixinho, apesar de duvidar que alguém nos ouvisse. Juntei as sobrancelhas, face às coisas que começou a dizer e acabei por fazer uma careta, por não perceber a quem se referia.- o quê? Quem é que anda atrás de ti Lucas? Eu não estou a perceber, o que é que se passa? - voltei a perguntar e ia mesmo esperar pela sua resposta, se ele não tivesse começado a dar a entender que o melhor era afastarmo-nos.- não.- disse de imediato.- eu não quero adiar nada.- voltei a abanar a cabeça, subindo o olhar para ele ao mesmo tempo que me agarrava ao seu casaco.- pensei que sabias que eu gosto de estar contigo.- murmurei baixinho. Apesar de não estar habituada a exteriorizar o que sentia, precisava que ele soubesse.- e seja o que for que se passa, nós vamos resolver.- assenti.- não precisas de te afastar de mim.- juntei as sobrancelhas.- eu não quero que faças isso.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Sex Maio 30, 2014 11:50 pm

Olhei para as luzes que se viam ao longe e suspirei - aquele homem que matou o bêbado que te atacou na primeira noite em que nos conhecemos - olhei-a mandando a cabeça para trás, encostando-a à parede - ele está obcecado, vai continuar a matar enquanto não o apanhar e... ele já me perseguiu umas duas vezes. - admiti voltando a olha-la, apesar de mal conseguir ver a sua cara por estar tão escuro. Baixei uma mão até à sua e, mordi o lábio inferior, acho que nunca tinha estado tão colado a ela como hoje. - Ellie, se estiveres comigo, ele vai andar atrás dos dois. Percebes isso?
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Ter Jun 03, 2014 6:49 pm

Assim que ouvi Lucas falar da noite em que tinha sido atacada, por aquele homem nojento, todo o meu corpo se arrepiou. Porém, não deixei que isso me afastasse dele. Mantive-me colada ao seu corpo, ouvindo tudo o que me dizia e, assim que disse que o mesmo homem o tinha atacado a ele, toda eu reagi àquela frase.
- O quê? - exaltei-me, mas não o suficiente para que as outras pessoas me ouvissem.- ele atacou-te? - repeti, abanando logo a cabeça com um suspiro pesaroso.- porque é que nunca me contaste? - se eu já não gostava daquele individuo, gostava ainda menos agora. Cerrei o maxilar, tentando a todo o custo não sair disparada para eu própria ir tratar daquele nojento e só voltei a olhar para Lucas quando voltou a insistir na ideia de me afastar dele.- sei que não me conheces há muito tempo, mas já devias ter percebido que sou mais teimosa do que tu.- resmunguei, sentindo-o agarrar-me na mão. Acho que era a primeira vez em duas semanas que estávamos tão próximos.- eu não me vou afastar de ti Lucas.- disse, duvidando que conseguisse ver a minha expressão séria.- e não me interessa se vêm atrás de mim também.- encolhi os ombros, apertando-lhe a mão.- eu não te vou deixar sozinho.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Ter Jun 03, 2014 6:57 pm

Juntei as sobrancelhas quando ela se exaltou mais que o suposto e olhei em volta, mas ninguém a tinha ouvido. - Não foi necessário até hoje - e tu terias desconfiado se visses o mesmo corte em "dois rapazes" só num dia. acrescentei eu para mim. - Não és mais teimosa que eu, eu é que te deixo vencer - disse com um sorriso que ela, provavelmente, não conseguia ver, já que a cara dela não estava tapada e mesmo assim mal conseguia distinguir os traços do seu rosto, no entanto, a luz era o suficiente para saber onde é que ficavam os seus olhos e os seus lábios. - Eu ando sozinho há tempo o suficiente para saber como cuidar de mim. - respondi deixando a minha mão cair, ainda que com algum esforço.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Ter Jun 03, 2014 9:01 pm

Apesar de me ter chateado o facto de ele nunca me ter contado nada, não disse mais nada sobre aquela primeira parte da nossa conversa. O que queria agora era fazê-lo perceber que não me ia afastar dele só porque um maníaco qualquer andava atrás de nós. Estava a afeiçoar-me demasiado a ele para o fazer. E, apesar de não saber se era uma coisa boa ou má, já não havia como o evitar.
- Acredita, consigo ser ainda mais teimosa do que o que esperas.- disse, bastante séria, mordendo a parte de dentro da minha bochecha com força mal ouvi o que disse depois. Soltei um suspiro, enquanto pensava bem no que havia de lhe responder, mas lá acabei por voltar a levantar o meu olhar para o seu, apesar de não lhe conseguir ver a cara, como sempre.- tu já não estás sozinho Lucas.- murmurei, agarrando-lhe de novo na mão, pouco depois de ele a ter afastado.- eu estou aqui.- dei um passo pequeno na sua direcção, atrevendo-me a entrelaçar os meus dedos nos seus. Eu não sabia bem o que estava a fazer, mas estava, e não queria nem saber.- e eu também sei cuidar de mim.- disse-lhe.- não me vou afastar de ti só porque alguém anda atrás de nós.- murmurei decidida.- eu sei defender-me, eu prometo.- apertei a sua mão.- não me afastes de ti.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Ter Jun 03, 2014 9:13 pm

Ia voltar a responder-lhe que também conseguia ser mais do que aquilo que era, mas desisti, não havia tempo para discutir aquilo, precisávamos de ir embora os dois dali. Uma última vez. Sim, eu estava mesmo decidido a afastar-me dela, nem que fosse apenas como Lucas... Mordi o lábio inferior quando a ouvi dizer-me que já não estava sozinho e, apesar de ser algo mau, porque queria dizer que ela não me ia deixar, soube-me bem ouvir, saber que ela estava comigo fazia-me sentir menos sozinho. Toda a minha vida tinha sido assim... só eu. Ali tinha aparecido depois e apesar de ainda gostar muito dela, tinha dado para perceber que ela estava decidida a não voltar para mim enquanto não lhe contasse dos meus negócios. Olhei para as nossas mãos, ou melhor, para a escuridão, fechando depois os olhos, com um suspiro encostando a minha testa à dela. - anda atrás de mim, não é de ti.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Ter Jun 03, 2014 10:45 pm

Eu sabia que ele também era teimoso, mas eu também era, e muito. E se eu decidisse algo, se metesse alguma coisa na cabeça, muito dificilmente desistia até conseguir o que queria. E naquele momento, eu queria estar com ele, por isso, não a desistir até que ele me deixasse ficar a seu lado. Agradeci mentalmente, quando não o senti afastar a sua mão de novo, e deixei os nossos dedos entrelaçados, ficando a acariciar-lhe a palma da mão com o polegar, ao mesmo tempo que senti a sua testa encostar-se na minha. Apesar de estar escuro eu consegui ver os seus lábios mais perto dos meus, o que me fez mordiscar o inferior e, por conseguinte, a minha respiração também se tornou ligeiramente mais pesada. Era a primeira vez que estávamos tão perto um do outro, acho que me estava a deixar levar em demasia. De qualquer das formas, já não me conseguia afastar. Engoli em seco, assim que senti a sua respiração embater na minha cara e cheguei a fechar os olhos durante breves segundos antes de falar, depois de o ouvir dizer que o homem andava atrás dele e não de mim.
- É quase a mesma coisa.- murmurei, tocando-lhe com a mão livre no queixo.- eu não vou deixar que ele te faça nada, eu prometo. Nem a ti nem a mim.- subi o olhar para ele, mas isso só fez com que os nossos lábios ficassem ainda mais perto. Mordi a parte de dentro da minha bochecha com força, sentindo o meu coração acelerar e tive de me agarrar ao seu casaco para não cair.- deixa-me ficar contigo.- pedi, com a voz num sussurro e a partir desse momento, não consegui afastar o meu olhar da sua boca. Ele fazia-me sentir bem, fazia-me sentir que afinal não estava tão sozinha quanto pensava.- por favor.- por isso, eu só esperava que ele não me deixasse sozinha depois do que eu ia fazer. Engoli em seco, sentindo os meus lábios entreabrirem-se e, sem esperar mais, aproximei a minha cara ainda mais da sua, colando, finalmente, os meus lábios aos seus.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Ter Jun 03, 2014 10:51 pm

Quando encostei a minha testa à dela não tinha sido para ficar ainda com mais vontade de a beijar do que às vezes já tinha, mas era o que tinha feito. Estava uma certa tensão no ar e não conseguia perceber se era por ambos querermos a mesma coisa ou se era por ela não querer. Bem, se não queria também não se afastou. Fechei os olhos quando me tocou o queixo e senti os seus lábios quase a roçarem nos meus, de tão perto que estavam quando ela me disse que era quase a mesma coisa - não... - murmurei baixinho, mas não disse mais nada com medo de acabar por fazer algo que ela não quisesse. Suspirei baixinho, ao ouvi-la pedir-me por favor, mas pouco foi o tempo que tive para pensar, porque assim que ela me beijou eu nem descolei, retribui ao seu beijo, encostando as suas costas à parede enquanto o fazia.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Sex Jun 13, 2014 11:32 pm

Se eu cheguei a ter medo de ser rejeitada, se cheguei a ter medo que Lucas me afastasse, dado o que estava a fazer, esse medo desapareceu assim que o senti corresponder ao meu beijo e, consequentemente, as minhas costas embaterem na parede. Fechei os olhos com um suspiro baixinho, subindo a minha mão desde o seu pescoço até ao seu cabelo, sem nunca lhe tirar o capuz, e puxei-o mais para mim, atrevendo-me a aprofundá-lo. Eu já queria fazê-lo há tanto tempo que, agora que o estava realmente a fazer, só esperava que Lucas percebesse que eu queria mesmo estar com ele e que não ia deixar que se afastasse de mim. Encostei a minha testa à sua, sentindo a minha respiração tornar-se ofegante e apenas separei os meus lábios dos seus o suficiente para poder falar, ou seja, deixei-os colados.
- Eu não quero que me afastes.- sussurrei, roçando os nossos lábios.- não me afastes.- pedi, voltando a beijá-lo.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Sex Jun 13, 2014 11:39 pm

Se alguma vez tive medo de me envolver com ela por causa de Ali esse medo desapareceu e a única razão para que isso acontecesse foi este beijo. Não estava apaixonado, mas a vontade que tinha de a beijar parecia ser necessária para a colocar em risco de ser apanhada pelo maluco. As minhas mãos percorreram a sua cintura fininha e as suas costas enquanto a beijava e não me cansei, lamentando-me quando ela afastou os nossos lábios, ainda que pudesse senti-los. - Está bem - murmurei. - Espero que tenhas em mente que estás a beijar uma pessoa que não conh... - parei de falar para corresponder ao seu beijo e puxei-a mais para mim pela sua roupa.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Sab Jun 14, 2014 10:56 pm

Como seria de esperar, e felizmente, Lucas acabou por ceder ao meu pedido, o que me fez sorrir contra os seus lábios. Tinha finalmente encontrado alguém que me fazia sentir bem e com quem eu gostava de estar, a última coisa que precisava era que se afastasse de mim. Subi de novo as minhas mãos até ao seu cabelo, sem nunca lhe baixar o capuz do casaco, e entrelacei os meus dedos no mesmo, à medida que o sentia corresponder ao meu beijo. Ele queria isto tanto quanto eu, conseguia senti-lo. Abri os olhos ao fim de alguns segundos, assim que percebi o que ele queria dizer, apesar de eu não lhe ter deixado terminar a frase e sorri ligeiramente, mordiscando-lhe o lábio inferior antes de falar.
- Isso não diminui nem um bocadinho a vontade que tenho de te beijar.- murmurei, preparando-me para o voltar a fazer, mas acabei por olhar em volta quando me lembrei do sítio onde estávamos.- não queres sair daqui? - perguntei baixinho.- ou tens de ir trabalhar?- suspirei, fazendo uma careta, e acabei por me virar para ele, roubando-lhe um beijo.- diz-me que não tens e que vamos poder passar o resto da noite juntos.- pedinchei contra a sua boca.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Luke Way em Sab Jun 14, 2014 11:11 pm

Passei a língua pelo lábio depois dela mo ter mordido e olhei para o lado, onde as luzes da polícia e das ambulâncias já tinham desaparecido. Ali não havia luz nenhuma, nunca ninguém nos iria ver mas, ao mesmo tempo, o cheiro ali era nojento. - Quero - assenti agarrando numa das suas mãos e ri-me com o seu pedido dando-lhe um leve beijo sobre os lábios - eu tenho a noite toda pela frente hoje. É o meu dia de folga - puxei-a cuidadosamente, puxando o meu capuz mais para baixo - anda, sei de um sítio.
avatar
Luke Way
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 94
Pontos : 96
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Eleanor Spencer em Sab Jun 14, 2014 11:16 pm

Eu nunca tinha gostado daquela rua, principalmente depois do que tinha acontecido, no primeiro dia em que conhecera Lucas. Por isso, agradeci mentalmente assim que ele disse que também queria ir embora. Para além de ser tudo demasiado sombrio, o cheiro não era dos melhores. Era sujo. Baixei o olhar para as nossas mãos, assim que me agarrou numa delas e, visto que já nos tínhamos beijado, nada me impediu de entrelaçar os meus dedos nos seus, o que me fez sorrir. Encostei-me ligeiramente ao seu braço, sorrindo ainda mais quando me disse que não ia ter de ir trabalhar.
- Isso sim são boas notícias.- gargalhei ao de leve, começando a andar assim que me disse que sabia de um sítio. Eu não conhecia nada de nada por ali, por isso, apenas deixei que nos guiasse.
avatar
Eleanor Spencer
Orfanato
Orfanato

Mensagens : 92
Pontos : 94
Data de inscrição : 17/12/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum